Terça-feira, 3 de Fevereiro de 2004

Espera desesperada...

Quase morri de saudades nestas últimas horas. Horas de autêntico desespero. Passar uma tarde de domingo e uma segunda inteira sem falar com a minha nina foi uma grande tortura. Mas foi escolha minha, escolha da qual me arrependo.Este tormento surgiu na forma de um convite para o cinema. O filme até era bom, o tão esperado ?Regresso do Rei? não deixa ninguém indiferente.Mas apercebi-me de uma coisa. Cada momento com a minha nina é único e insubstituível, nem que seja pelo melhor filme do momento que só vem em exibição uma vez à minha vila, um mês depois de sair. Era uma boa oportunidade, única aqui neste fim do mundo em que vivo.Mas mesmo assim, se voltasse atrás tinha ficado a tarde toda com a minha nina. Durante todo o filme só pensava nela. Durante todos os segundos do meu dia eu penso nela. Ela tem toda a minha atenção, jamais alguém significou tanto para mim.E é assim que estou a postar. Hoje apenas falei com ela antes de jantar, nada mais. Amanhã tenho teste, e estou aqui a esta bela hora a escrever estas palavras. Talvez porque se não as escrever rebento.Pensar nela faz-me sonhar, e é a sonhar que vivo o meu dia a dia. Toda a monotonia torna-se suportável se pensar nela. Mas também todo o tempo se arrasta lentamente, o que faz com que a espera se torne num desespero.Por isso espero. Uma vez mais vou dormir, esperando. Amanhã o dia começará com a continuação da espera. Espera que terminará perto da hora do lanche, quando finalmente falarei com ela. E estou ansioso por essa hora. Estou ansioso por dizer novamente que a amo, pois amo-a tanto que todos os segundos que passo com ela são segundos preciosos. São esses segundos que me renovam e que me dão vontade de enfrentar todo o mundo. Sem esses segundos depressa me iria afogar no próprio ar que respiro, pois são esses segundos que o tornam respirável.Nada mais há a dizer, e ainda nada foi dito. Se conseguisse dizer tudo o que sinto por ela, estaria o resto da vida a escrever. Mas apenas consigo dizer que a amo, que a amo deveras... Vejam o blog de um amigo que está agora a começar... Love Without Pain For Me Has No Fun
publicado por zaitz3v às 00:01
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2004

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


.posts recentes

. A continuação...

. Perdido...

. Outro dia em baixo...

. Ontem...

. Um sorriso...

. Os sonhos...

. O meu caminho

. Porque o último adeus é s...

. O meu mundo

. Voltei!

.arquivos

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

. Dezembro 2003

blogs SAPO

.subscrever feeds